Que cada um possa realizar o seu renascimento.

Páscoa, originalmente é uma festa pagã.

Os povos ancestrais enfrentavam o inverno rigoroso e com a chegada da primavera a vida renascia. Noite e dia tinham a mesma duração, a temperatura aumenta, as árvores começavam a soltar seus brotos, os pássaros a cantar, as fêmeas a parir suas crias e os ovos a romper seus rebentos.

Na Babilônia acontecia a grande festa da Deusa Ishtar – a Deusa da Primavera – ela representa o renascimento da terra, a renovação do espírito e da mente.  Ela é Ísis no Egito, Ostara para os ingleses, Ceres para os romanos e Pershefone para os gregos.

Os povos pagãos realizam ainda nos dias de hoje, muitos festivais que seguem o calendário das luas e dos ciclos das estações. A Páscoa no hemisfério norte é celebrada na primavera, enquanto no hemisfério sul estamos no outono.Para os judeus, a Páscoa é comemorada como a libertação da escravidão do Egito e a celebração chama-se Pessach. Geralmente as datas são muito próximas da Páscoa cristã.

Com a chegada do cristianismo, sua igreja optou por colocar as principais festividades em substituição às pagãs. Os símbolos adotados nesta celebração nos remetem ao passado e suas estórias pagãs.

Ovo tem o simbolismo da criação, da gestação e do nascimento.

Na mitologia:

- egípcia, o Deus Rá (Deus Sol) nasceu de um ovo;

- indiana, o Deus Brahma aparece de um Ovo de Ouro e sua casca dá origem a forma do Universo;

- chineses reportam que P´na Ku nasceu de um ovo cósmico.

A lenda babilônica diz que “um dia um grande ovo caiu do céu e dele nasceu Ishtar”. Outra diz que foi colocado em uma cesta de vime e demorou a romper a casca. Dessa segunda lenda, herdamos o costume de procurar os ovos escondidos no domingo de Páscoa. Na Babilônia, na primavera, as pessoas saíam buscando o “Ovo de Ishtar”, pois se alguém presenciasse seu renascimento, ganharia uma dádiva da deusa. A partir desta tradição, os povos começaram a decorar os ovos e a escondê-los para que as crianças os procurassem.

Vem daí o costume de presentear as pessoas com ovos artisticamente trabalhados, pintados ou decorados. Eram feitos de diversos materiais: casca de ovo, argila, madeira, metal, ouro etc.

A partir do século XX, foram criados os populares ovos de chocolate que tanto alegram nossas “crianças”. Este é um legado dos Maias, que consideravam o chocolate a bebida dos deuses.

coelho representa o símbolo da fertilidade. Na natureza, relatam que é capaz de ter 4 ninhadas por ano mas quando confinados chegam a 7 e sua prole pode ser de até 10 coelhos.

Nesta data, as vibrações estão centradas na comemoração da “Páscoa” e as energias geradas nestas celebrações estão voltadas para os processos de libertação, comunhão com o Sagrado e o renascimento.

Desejamos que cada um aproveitando este momento e possa fazer  uma imersão e vibrando nestas energias, libertar-se do que não tem mais sentido e preparar-se para renascer para uma vida melhor.

Que a paz esteja presente em seu coração.

Por todas as nossas relações,

Cyro Leãoo

Orações

 

Horóscopo Xamânico

horoscopo salmao

Vídeos

videos

 
 
 
Ir para o Topo